Um roteiro para Berna - Parte 2

Falei um pouco aqui do roteiro "básico" e essencial de Berna. A verdade é que esse passeio pode ser feito numa tarde, ou num dia se você demorar bastante em cada lugar. Mas isso não significa que quem resolver esticar e passar mais dias aqui em Berna vai ficar entediado sem ter o que fazer, né... Temos sim mais coisas por aqui. 

Gurten
Já falei da montanha urbana de Berna aqui no blog. Na ocasião do post era minha segunda vez lá. Desde então, fiz uma trilha até lá (spoiler: é íngreme, mas os locais amam), e fui também num esquema kids, para aproveitar com crianças. A real é que o Gurten é uma delícia de parque, com uma baita vista pros Alpes, com trilhas para adultos, atividades para crianças, e que vale muito a pena, ainda mais se o dia estiver claro e bonito. O tram 9, sentido Wabern, te deixa no pé do morro, de onde você pode fazer trilha morro acima, ou pegar um funiculaire que custa 5 francos cada trecho. Para os aventureiros é possível levar uma mountain bike no funiculaire e descer numa trilha bem legal também.
Passeando no Gurten
Diversão para os pequenos... Lá tem vários trenzinhos, tem carrinhos para dirigir, parquinho, casa na árvore, etc 

Zentrum Paul Klee
Paul Klee, nascido e criado em Berna, é um dos grandes artistas suíços, e o pessoal aqui tem um baita orgulho dele. Em 1997 a nora dele doou cerca de 40% da suas obras para o Cantão de Berna, que juntamente com a Fundação Paul Klee desenhou a ideia do museu. O prédio, arquitetado por Renzo Piano, já começa valendo o passeio. A coleção lá dentro é vasta e linda, os ambientes são gostosos, a lojinha é uma graça e o café na entrada é super gostosinho. Para chegar basta pegar o ônibus 12, sentido Paul Klee, que passa na Bahnhof, Marktgasse e Kramgasse. Entrada a 20 francos por adulto. 
A arquitetura de Renzo Piano
E as pinturas lindíssimas de Paul Klee
Bern Kunstmuseum
O museu de belas artes com coleção privada mais antigo da Suíça é pequeno porém poderoso. Além do prédio imponente, eu fiquei chocada com a coleção permanente do museu, composta de alguns Picassos, Dalis, Miros, Giacomettis, etc. Além diz, até março do ano que vem tem uma exposição aqui que é absurda: são inúmeros Van Goghs, Renoirs, Matisses, etc. Fica entre a Bahnhof e a BärenPlatz, no coração da cidade. Da pra ir a pé de onde quer que se esteja no centro. A entrada custa 18 francos para adultos. 

O museu mais bonito de Berna <3 Fica na Helvetia Platz, super perto da cidade (uma caminhada agradável de 5 minutos cruzando uma das pontes), ou para quem quiser, pode pegar os trams 6, 7 8 ou o ônibus 19. Há uma pequena coleção de objetos do Egito, também há muita coisa referente à história suíça. Mas o que pra mim fez valer mesmo a visita é o Eistein Museum, integrado ao museu de história. A vida de Eistein é contada desde o princípio, sempre contextualizada com acontecimentos históricos, políticas e costumes da época, etc. É muito legal, o acervo é rico, e vale muito mais a pena gastar seus francos (18 no caso do Einstein Museum) aqui do que na visita ao apartamento.

Matte Quartier
Se você visitar Berna no verão e o tempo tiver bom, aconselho muito descer para o "bairro baixo" da cidade, na beira do Aare. Como já contei em várias oportunidades aqui, por lá no verão Berna vira Bern de Janeiro haha.. Além do povo nadando no rio, se jogando na piscina, deitando na grama, há o Marzilibrücke Restaurant com seu agradável jardim, onde se pode comer muito bem, tomar um brunch, uns drinks, e a matriz da famosa Gelatteria di Berna, um verdadeiro gelatto. Para chegar lá há várias opções: andar 5 minutinhos, pelas escadarias que saem do Parlamento, tomar o funiculaire que sai dali também (acho que custa 1,80) ou descer no elevador da Munster Platform (que acho que custa 1,20 por pessoa).
A vista da cidade lá faz valer também a visita no inverno
Afinal de contas, sempre bom ver as coisas por perspectivas diferentes, né?

Além disso tudo, já comentei em outros posts (como esse) sobre a localização privilegiada de Berna, sendo bem central entre as suíças alemã e francesa. Em uma hora de trem você chega a vários lugares, como Zurich, Lausanne, Basel, Interlaken, região de Jungfrau, Luzern, etc. Para ter uma idéia, com exceção do Ticino (a suíça italiana), todas as viagens que fizemos no nosso mês pela Suíça foi saindo de Berna e voltando no fim do dia, tudo de trem. Ou seja, é um ótimo lugar para montar base se a ideia é explorar diferentes cantos da Suíça :)

4 comentários:

  1. To chegando a conclusão que Berna é minha cidade espiritual...kkkkk....Eu sou apaixonada por essas cidadezinhas cheia de coisas legais pra fazer mas que mantem esse ar de cidadezinhas de pedra. Deve ser mara fazer esses tours. Uma pergunta, como e a vida noturna ai? Tem shows, discotecas, bares ate tarde da noite, ou é uma cidade mais "dia" mesmo?

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem bares e tem night, o próximo post é sobre isso. Mas definitivamente, não é o tcham da cidade sabe? Alias, eu diria que a Suíça, no geral, é um país do dia. O povo curte muito a natureza, ir fazer hiking, ir esquiar, e acaba priorizando o dia à noite. Mas pra quem quer, tem. E sim, eu curto muito isso em Berna, que é pequena, mas tem muita coisa sabe?

      Excluir
  2. Já tô aqui apaixonada e querendo fazer trilha em Gurten, olha que coisa mais linda, meu coração não aguenta. E que legal essas opções de museus também. E realmente 1 de trem é rapidinho e fica ótimo ter Bern como base. Você aqui me deixando doidinha pra planejar uma segunda viagem pra Suíça logo logo haha
    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Gurten é maravilhoso. Eu adoro ir lá e aproveito qualquer oportunidade que aparecer pra ir. É lindo demais, principalmente se a vista estiver clara. E sim, tem muitos museus legais. A gente está conhecendo devagarinho porque você viu os preços né? hahaha..Suíça sendo Suíça. Mas se programa sim, tenho certeza que você, verde que é, vai amar. beijo!

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top