Sobre Maio

E mais um mês se passou... Nem consigo acreditar, mas já faz 10 meses que estamos em solo suíço. Em abril não fiz balanço, porque meu mês se resumiu a fazer aniversárioir pro Brasil e voltar pra casa. Mas eu adoro esses recaps mensais, quando olho pra minha vida, pras minhas metas, vejo se/o que estou realizando, e por isso não queria deixar maio passar batido. Porque maio foi ótimo. 

Nesse mês segui no plano de pequenos passos para 2017... conheci lugares novos aqui em Berna (devo dizer que nenhum digno de nota, rs), andei muito de bicicleta pela cidade toda, voltei a correr (bem devagarinho hehe), cozinhei umas coisas diferentinhas. Por outro lado, a cidadania deu um semi passo pra trás - irei falar disso num post separado, e percebi que empaquei na leitura. Estamos entrando no meio do ano e eu não terminei ainda um segundo livro. Mas nem foi por isso que maio foi ótimo.

Além do calor, tão festejado nesse blog, teve uma viagem especial. Fui para Amsterdam comemorar o aniversário de uma amiga que mora lá. Foi minha quarta vez na cidade, e o total de zero compromissos com a turistagem me deixou livre para aproveitar coisas mais triviais, só seguindo a amiga que já é local. Fizemos aula de ioga, andamos muito por bairros afastados do cordão de canais - aquela área turística famosa - e vi uma Amsterdam até então pra mim desconhecida, com uma cara mais de cidade grande, ainda mais multicultural. Comemos muito bem, e descobri diversos cantinhos aconchegantes e gostosos. Pela primeira vez criei coragem de andar de bike pela cidade - claro, com uma quase holandesa me guiando e me ensinando a me comportar no engarrafamento a duas rodas rs. Melhor ainda: a phyna acabou de comprar um barco. Então o que fizemos? Isso mesmo, andamos de bote pra cima e pra baixo. Rodamos de barco pelos canais, fomos pra balada, voltamos cantando as 3 horas da manhã, numa das melhores experiências da vida. Foi tudo incrível, e só fez aumentar ainda mais meu amor por essa cidade <3








Além dos passeios maravilhosos, foi incrível ver a minha amiga, depois de um começo difícil, se virando super bem. Falando um baita holandês, inserida em vários costumes locais, super integrada - a bixa tava até pilotando barco. Me deu um gás pra continuar, a força que eu precisava pra saber que é possível, que eu posso conseguir também. E foi assim, maio foi um mês que trouxe muita luz (e calor) no fim do túnel. 

4 comentários:

  1. Ahhhh, que bacana! É muito bom visitar uma cidade assim sem grandes compromissos, só curtindo as amizades, né? Fora que no caso, serviu de inspiração pra você ver sua amiga tão "holandesa", integrada e tal, isso é show! A gente acaba se apegando muito à amigas que estão na mesma situação que a nossa (brasileira morando fora e/ou num relacionamento multicultural e tal), eu pelo menos me apego. Amando suas fotos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a gente se apega mesmo, porque se entende, se compreende, muito mais fácil. Essa minha amiga morava em Londres, mudou pra Amsterdam e teve um início bem complicado por lá, e é bom pra mim ver de perto como tudo se ajeita, como com o tempo a gente consegue se sentir bem. Foi uma delícia! Alem do que os dias estavam gostosos, ótimos pra passear mesmo!

      Excluir
  2. anum gosto muito de pagar de turista, por isso acho que a viagem sempre fica mais incrível quando se tem algum "local" pra guiar a gente. ainda mais quando é amigo que sabe direitinho o que a gente quer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Viagem sem "tem que" são as minhas favoritas :)

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top